Como criar indicadores financeiros personalizados para a sua empresa

Tempo aproximado de leitura: 4 minutos

Como cada empresa tem seu propósito próprio, por que não criar indicadores financeiros personalizados para avaliação de performance financeira e operacional? Neste artigo, ensinaremos como você pode aplicar isto na sua empresa de forma prática. 

Toda empresa tem a sua área de atuação específica, com diferentes métricas que indicam o seu crescimento e o seu sucesso. Elas podem indicar o aumento no número de vendas, a expansão da carteira de clientes e a redução dos custos logísticos, por exemplo.

Há uma série de aspectos que podem ser usados para entender se uma organização está se desenvolvendo, e se esse crescimento é saudável e sustentável.

Para chegar ao grupo ideal de indicadores – os famosos KPIs -, o primeiro passo é definir quais são os objetivos da corporação e seu papel no mercado, entender em quais pontos ela se diferencia da concorrência.

Lista de indicadores financeiros

Destacamos aqui alguns indicadores mais corriqueiros, que podem ser usados em conjunto, ou não, para avaliação da performance financeira e operacional:

  • Faturamento

O faturamento é o primeiro indicador que um empreendedor monitora, e é importante acompanhar qual montante de dinheiro está entrando na corporação.

Além disso é pelo faturamento que o gestor percebe um aumento ou declínio no volume de vendas em comparação ao período anterior, indicando a eventual necessidade de realinhamento de estratégias.

Dentro de qualquer proposta de indicadores financeiros personalizados, o faturamento é o ponto principal a ser considerado, seja globalmente ou de forma individualizada, por áreas corporativas, por unidades de negócio, por linhas de produto, etc.

  • Custo fixo

Para não cair no vermelho, é essencial ter uma noção clara dos custos fixos da empresa. Esse índice sinaliza as evoluções das despesas críticas para o funcionamento do negócio, como aluguel, contas de manutenção – água, energia elétrica, comunicação -, salários dos funcionários, impostos, entre outras.

O descontrole desses gastos pode gerar situações difíceis, como o corte de uma conta de abastecimento ou processos trabalhistas provocados por atrasos dos salários.

Quando os custos fixos estão muito altos, ou a quando receita cobre estes custos com dificuldades, é hora de pensar em uma nova ação interna para mudar os rumos do negócio e recuperar a saúde financeira.

  • Ponto de equilíbrio

O ponto de equilíbrio – ou Break Even Point – é o número encontrado após a soma de todas as despesas fixas e variáveis, relacionando-as com o faturamento, e ocorre no momento em que esses números se igualam. Assim, a partir disso, a receita obtida pode ser considerada lucro.

Um exemplo prático de seu acompanhamento é quando o Break Even ocorre na segunda semana do mês. A partir desse momento, as despesas da empresa estão garantidas e o valor excedente é o lucro.

Vale lembrar que o exemplo do acompanhamento temporal fornece uma visão mais simples e não muito sofisticada. Entretanto pode ajudar o gestor a entender melhor o processo do seu negócio e os ciclos que o compõe.

O conceito de lucro conta com uma série de variáveis muito mais amplas e complexas que se alteram caso a caso. Por isso devem estar investigadas, monitoradas e previstas no planejamento de cada empresa.

  • Indicadores financeiros de custos

Os investimentos na melhoria da qualidade dos processos e produtos são considerados custos de qualidade. Qualquer ação que vise produtos ou serviços melhores gera gastos, e essas despesas devem ser comparadas após o retorno sobre os processos otimizados.

Essa métrica é importante para garantir clientes satisfeitos, mas sempre deve ser avaliada em conjunto com os recursos – financeiros, de tempo, de equipe, operacionais – necessários para a implementação da melhoria esperada.

Já a negligência no acompanhamento de determinados processos pode acabar por processos, reclamações de clientes, devoluções causadas pela má qualidade do produto ou serviço, quebras de estoques, etc.

Esses retornos custam muito caro para a empresa e, quando frequentes, despertam a necessidade da revisão de processos internos.

  • Retorno sobre investimento

O ROI – Return Over Investment é uma métrica usada em diversos setores e ações da empresa, possibilitando observar se o investimento em uma determinada ação/projeto trouxe os resultados desejados.

Em outras palavras, é essencial incluir o ROI entre os indicadores financeiros personalizados da organização. Esse retorno pode ser mensurado em lucro, aumento da receita, diminuição do índice de reclamações, aumento da produtividade, etc.

  • Valor presente líquido

Essa métrica permite o cálculo do valor presente de determinados investimentos futuros descontados com base na taxa de juros e deduzido o valor do investimento inicial.

Esse é um indicador importante na análise de projetos de investimento e na gestão orçamentária. É por meio do Valor Presente Líquido que o gestor identifica quanto terá à disposição se investir um valor por determinado período de tempo.

Indicadores financeiros na plataforma

É possível criar indicadores específicos e customizados por empresa, considerando-se os objetivos peculiares a serem alcançados em seu ramo de atuação.

Como esses indicadores estarão conectados com o planejamento do semestre ou do ano, construindo-se inúmeros cenários diferentes baseados em premissas igualmente diferentes. Assim, quanto mais informações uma empresa tiver acerca de seus negócios e quanto mais variados forem os cenários analisados, maiores serão as chances de sucesso na tomada de decisões corporativas assertivas.

Para ajudar nesse processo, o Accountfy disponibiliza em sua plataforma a padronização de reportes financeiros de acordo com as necessidades da empresa. Assim as demonstrações financeiras podem ser totalmente customizadas e adaptadas para cada modelo e ramo de negócio.

Portanto é possível a criação de inúmeros indicadores necessários para uma melhor compreensão da performance e situação financeira corporativa.

&nbsp

Nova call to action

Conteúdo

One Response

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

16 − 12 =

Veja também